quarta-feira, 6 de junho de 2018

Lição dos gansos

1Timóteo 4.14-16

Tudo isso é para o bem de vocês, para que a graça, que está alcançando um número cada vez maior de pessoas, faça que transbordem as ações de graças para a glória de Deus (2Co 4.15).

Podemos aprender muito com os gansos selvagens. Quando um ganso bate as asas, por exemplo, voando numa formação em V, cria um vácuo para a ave seguinte passar, e o bando inteiro tem um desempenho 71% melhor do que se voasse sozinho. Sempre que um ganso sai da formação, sente subitamente a resistência do ar por tentar voar sozinho e, rapidamente, volta para a formação, aproveitando o vácuo da ave imediatamente à frente. Quando um ganso líder se cansa, ele passa para trás e imediatamente outro assume seu lugar, voando para a posição da ponta. Na formação, os gansos que estão atrás grasnam para encorajar os da frente a aumentar a velocidade. Se um deles adoece, dois gansos abandonam a formação e seguem o companheiro doente, para ajudá-lo e protegê-lo. Ficam com ele até que esteja apto a voar de novo ou venha a morrer. Só depois disso eles voltam ao procedimento normal com outra formação ou vão atrás de outro bando.
Podemos aprender com esta história que trabalhar em equipe é muito melhor do que tentar a sorte sozinho. Também vimos que alternância de liderança é algo saudável. Tanto descansa o que já está por muito tempo na frente, como dá oportunidade a outros para apontar o caminho. Também aprendemos aqui que é importante cuidar dos mais fracos e doentes. E não podemos esquecer que incentivar uns aos outros faz toda diferença. 
Principalmente no trabalho da igreja, devemos lembrar que nossa união é primordial. Temos um único propósito que é servir a Deus. Para realizar melhor nosso trabalho precisamos de todas as pessoas. Nossa tarefa é pesada. Para realizá-la, cada pessoa deve incentivar seu próximo com atitudes e palavras de encorajamento. Esta é a forma de demonstrarmos gratidão a Deus por sua maravilhosa graça. Que sejamos um povo que serve a Deus com alegria. 

Uma família que cresce unida glorifica a Deus.