domingo, 29 de julho de 2018

Orgulho

Obadias 1.1-9

O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda (Pv 16.18).

Um grande pecado é o orgulho. O povo de Edom era um povo orgulhoso. Obadias 1.3 descreve a situação deles: “A arrogância do seu coração o tem enganado, você que vive nas cavidades das rochas e constrói sua morada no alto dos montes; você que diz a si mesmo: Quem pode me derrubar?”. Neste pequeno versículo, podemos encontrar três características do pensamento orgulhoso. Filipe Costa diz que o orgulhoso ouve o seu coração, confia nas circunstâncias e acha que nada pode atingi-lo. Realmente foi o que fez Edom. 
1- Eles ouviram apenas seu coração. Deus diz a Edom: “A arrogância do seu coração o tem enganado”. A Bíblia nos adverte deste perigo. Diz que os pensamentos do homem são vãos (Sl 94.11), que enganoso e desesperadamente corrupto é o coração (Jr 17.9). É grande a demonstração de orgulho da nossa parte quando deixamos de ouvir a palavra de Deus e sua pura orientação para ouvir o nosso coração.
2- Eles confiaram nas circunstâncias. “Você vive na cavidade das rochas e constrói sua morada no mais alto dos montes”. Eles achavam que estavam seguros, porque moravam em verdadeiras fortalezas, em casas esculpidas nas rochas. O orgulhoso tem como característica a autoconfiança em excesso. Acredita em sua capacidade, seus recursos, seu emprego. Mas nossa confiança deve ser em primeiro lugar no Senhor. “Se o Senhor não guardar a cidade em vão vigia a sentinela” (Sl 127.1). 
3- Eles achavam que nada poderia atingi-los. Eles diziam: “Quem pode me derrubar?”. O orgulhoso é soberbo, se considera maior, superior e inabalável. Não vê que suas atitudes erradas, que seu pecado, pode levá-lo a ruína.
Triste foi o fim deste povo que insistiu no pecado do orgulho. Eles foram condenados por ter maltratado o povo de Deus. O grande problema do orgulhoso é que ele despreza a Deus e humilha seu próximo. Nos afastemos deste mal. 

Ouça seu coração, desde que seja de acordo com a palavra de Deus.