segunda-feira, 23 de julho de 2018

Se teus olhos…

Mateus 6.19-21

Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz (Mt 6.22).

Uma das coisas mais difíceis de dominar é a direção de nossos olhos. De repente, nós estamos olhando para o que não devíamos olhar e assim abrindo uma porta para o que é mau entrar em nossa mente e coração. O olhar alimenta o pensamento, o pensamento estimula a ação. Se nossos olhos forem maus, diz Mateus 6.23, nosso corpo será cheio de trevas.  Temos que atentar para esta perigosa realidade. Podemos dar espaço a muitas coisas ruins mantendo a aparência de que tudo está indo bem. Este é um problema que pode crescer silenciosamente, afinal, as pessoas podem ver nossa aparência, mas não nossos pensamentos. 
O que fazer? Um conselho radical encontrado no Sermão do Monte é: “Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno” (Mt 5:29).
O conselho aqui é radical, mas não literal. Não é para arrancar o olho e sim virar o pescoço das trevas para a direção da luz. Quando um mau pensamento vier, não devemos alimentá-lo, e sim buscar e pensar em outras coisas melhores. Deus disse a Caim: “Se procederes bem, não é
certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo” (Gn 4.7). O ensino aqui é claro. À medida que buscamos o que é mau, os maus desejos tentam nos conquistar, mas não podemos deixar que isso aconteça, devemos dominá-los. 
Com bastante frequência, o “olho” nas Escrituras é equivalente ao “coração”. Isto é, “colocar o coração” e “fixar os olhos” em alguma coisa são sinônimos. Os nossos olhos devem ambicionar o que é bom e não o mal. Buscar a Deus e sua luz e não as trevas. É preciso clamar a Deus para
que ele coloque em nós bons desejos de forma que nossos olhos sejam atraídos para coisas boas. Pedir a Deus uma visão sadia com uma vida cheia de propósito. 


Que os meus olhares agradem a Deus.