terça-feira, 14 de agosto de 2018

Por que Deus nos salvou?

Efésios 2.1-10

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3.16).

Questionar Deus é uma prática perigosa e incoerente. Como a criatura pode questionar o Criador? Como o vaso pode interferir na obra do oleiro? Mas se fôssemos questionar alguma coisa, esta coisa deveria ser: Por que Deus me salvou? Por que Deus teve a iniciativa de enviar seu filho para salvar quem estava morto, perdido em seus pecados? Por que Deus, no lugar de nos atingir com sua ira, decidiu nos amar? 
A resposta a esta pergunta se encontra em Efésios 2. O que levou Deus a agir em nosso favor não foi algo em nós (mérito), mas sim algo nele mesmo (seu favor). Por que Deus nos amou? Paulo responde esta pergunta de forma abrangente. Deus nos salvou: Por sua misericórdia (“Deus sendo rico em misericórdia” - v. 4a); por seu amor (“Por causa do grande amor com que nos amou” - v. 4b); pela sua maravilhosa graça (“Pela graça sois salvos” - vs 5 e 8) e por sua bondade (“Em bondade para conosco em Cristo Jesus” - v.7). Como disse John Stott: “Estávamos mortos, incapazes de salvar-nos, somente a misericórdia podia nos alcançar. Estávamos debaixo da ira, somente o amor poderia triunfar sob a ira. Nada merecíamos nas mãos de Deus a não ser o julgamento, por causa de nossos delitos e pecados, somente a graça poderia salvar-nos do que merecíamos, pois a graça é o favor imerecido”. 
Toda ação de Deus é uma demonstração de sua bondade. Deus agiu movido pela sua misericórdia, amor, pela sua graça e bondade. Maravilhosa é a graça de Jesus. Devemos ser agradecidos pela salvação. Quando aprendemos que a salvação é totalmente um presente de Deus para nós, indignos pecadores, só nos resta agradecer a esta incompreensível graça. Agradecer seu favor imerecido. Por que Deus nos salvou? Porque ele quis. Maravilhosa é a graça do nosso amado Senhor, a graça que excede o nosso pecado e a nossa culpa. 

Somos salvos e estamos unidos a Cristo Jesus.