terça-feira, 4 de setembro de 2018

Ansiedade com o amanhã

Salmo 34.14-22

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal (Mt 6.34).

Facilmente estamos divagando entre passado e futuro. Isso é comum, pois embora vivamos no tempo presente, quem somos hoje reflete o que fizemos no passado e o que fazemos hoje está ligado diretamente ao que seremos no futuro. O problema é quando não sabemos controlar esses pensamentos, vivendo mais tempo no passado ou no futuro do que no tempo presente. Esta vida fora do tempo presente é um grande problema que enfrentamos. É preciso ter responsabilidade e preparação para o futuro, mas não devemos andar ansiosos. Algo que vai acontecer no futuro não deve minar toda a nossa paz. A ansiedade por alguma coisa que está prestes a acontecer rouba de nós a oportunidade de desfrutar o tempo presente. Não apreciamos as coisas boas e nem resolvemos os problemas que estão diante de nós. Quem vive de possibilidades sofre por antecipação. 
Devemos lembrar que o único tempo que realmente temos para viver e desfrutar é o presente. Viva e aproveite o dia que se chama hoje. Quanto mais nos envolvemos e vivemos no momento presente, mais iremos nos livrar da ansiedade a respeito do futuro. Existem muitas coisas boas e interessantes para se fazer hoje. Preencher o nosso tempo com elas nos fará viver bem melhor. Ocupados ficamos despreocupados. 
Devemos pedir o pão de cada dia (Mt 6.11). E quando pedirmos algo para o amanhã, devemos sempre terminar nossa oração como Jesus: “contudo, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres” (Mc 14.36b). Estejamos certos de que amanhã o Senhor fará o que prometeu (Êx 9.5). “Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo” (Tg 4.15). “Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, quanto mais vestirá vocês, homens de pequena fé! (Lc 12.28). “Santifiquem-se (hoje), pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês” (Js 3.5).

A pior escolha para hoje é perder tempo com problemas futuros.