domingo, 16 de setembro de 2018

Refletindo a paz

Provérbios 12.18-21

Alegrem-se no Senhor e exultem, vocês que são justos! Cantem de alegria, todos vocês que são retos de coração! (Sl 32.11).

Tempos atrás, em um distante e pequeno vilarejo, havia um lugar conhecido como a Casa dos Mil Espelhos. Um pequeno e feliz cãozinho soube da existência desse lugar e decidiu visitá-lo. Lá chegando, saltitou feliz escada acima até a porta da casa. Olhou através da grande porta envidraçada de entrada com as orelhas bem levantadas e o rabinho balançando tão rapidamente quanto podia. Para sua grande surpresa, deparou com outros mil pequenos e felizes cãezinhos, todos com os rabinhos balançando tão rapidamente quanto o dele. Abriu um enorme sorriso e foi correspondido com mil enormes sorrisos. Quando saiu da casa, pensou: “Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre aqui, um montão de vezes”. Nesse mesmo vilarejo, outro pequeno cãozinho, que não era tão feliz quanto o primeiro, também decidiu um dia visitar a Casa dos Mil Espelhos. Escalou lentamente suas escadarias e olhou através da grande porta envidraçada. Quando viu mil outros cãezinhos de olhares hostis olhando fixamente para ele, rosnou e mostrou os dentes. E logo ficou horrorizado ao ver os mil cãezinhos também rosnando e mostrando os dentes para ele. Quando saiu, ele pensou: “Que lugar horrível! Nunca mais volto aqui”. 
Você vê o que você reflete. Como vivemos e nos relacionamos com as pessoas? Às vezes notamos que alguém não nos tratou bem, ou sentimos que alguma coisa não aconteceu como esperávamos. Só não paramos para pensar que o erro pode estar em nós mesmos. Podemos ser “maltratados”, porque não estamos sendo simpáticos com alguém ou até mesmo por não tratar bem esta pessoa. Um lugar também pode não ser muito agradável, simplesmente porque nós é que estamos mal humorados.
Viver é uma grande bênção. É preciso reconhecer isso, andar com alegria, amar nosso próximo sempre fazendo o bem às pessoas que encontramos. Ver o que é bom em cada momento, cada lugar, em cada coisa. 


Quem promove a paz, vive em paz.