segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Todos os dias

Deuteronômio 4.9-10

Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre! (Sl 145.2).

Você já parou para pensar na infinidade de coisas que você faz todos os dias? Você acorda todos os dias, você come todos os dias, você pensa todos os dias, você peca todos os dias, você fala todos os dias, você respira todos os dias, você conversa todos os dias, você dorme todos os dias. 
O salmista disse: “Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome”. Davi está louvando a Deus pela grandeza de suas obras e bondade de sua providência. É nossa prioridade adorar a Deus todos os dias. Para fazer isso precisamos acrescentar mais coisas boas em nosso dia a dia. Coisas que devemos fazer sempre, mas nem sempre fazemos. Todos os dias devemos ler a Bíblia, orar, confessar nossos pecados, ajudar o próximo, cantar louvores a Deus, anunciar a bondade de Deus. Também devemos tirar algumas coisas de nosso dia; devemos todos os dias fugir do mal, nos afastar dos sentimentos de vingança, da ingratidão, incredulidade, imoralidade, intolerância, preconceito, parcialidade e falta de verdade. 
Bendizer, louvar a Deus todos os dias é uma forma que temos de demonstrar que não esquecemos dos grandes feitos do Senhor, que não esquecemos da aliança que ele fez conosco. Adorar e buscar a Deus todos os dias é mostrar que realmente ouvimos a sua palavra e aprendemos a temer o seu nome. É a forma que temos de guardar a nossa alma de não sermos seduzidos a nos inclinar aos outros deuses. 
Que esteja em nosso coração o desejo do salmista: “Uma coisa peço ao SENHOR, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do SENHOR e meditar no seu templo” (Sl 27.4). Pois é certo que o Senhor está ao nosso lado todos os dias e sua presença é acompanhada pela sua bondade e misericórdia. Que nosso desejo seja o de nos aproximar mais dele e cada dia vivermos na sua presença. 

O SENHOR nos salvou, nós o louvaremos todos os dias de nossa vida.