segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Prossiga confiante


Salmo 27.2-4

Quem anda com integridade anda com segurança, mas quem segue veredas tortuosas será descoberto (Pv 10.9).

Muitas são as cobranças, muitos são os olhares e também enormes são as críticas. Às vezes ficamos confusos tentando agradar tanta gente que não sabemos o que fazer. O escritor Eduardo Moreira conta que seu avô pôde ajudá-lo sobre este problema. Ele disse: “Conversava com meu avô em tom de desabafo. Falava sobre como era difícil cultivar meus interesses e, ao mesmo tempo, ser visto como diferente por meus amigos. Dizia-lhe que às vezes me sentia bobo, porque escrevia poesias e textos filosóficos. Ao fim do desabafo, dissertava sobre algumas de minhas conclusões recentes a respeito da vida e da existência humana, quando meu avô, enfático, falou: — Bobos são eles, meu neto! Não deixe nunca que interfiram nesse seu jeito nobre de interagir com a vida. O que você faz e pensa é lindo e especial, e você ainda dará um valor enorme a isso tudo em sua vida. Suas ideias chegarão longe e farão um bem enorme a muita gente. Esses, que hoje ironizam seus hábitos, terão muito a absorver dos frutos que isso gerará. E conte sempre comigo nessa caminhada”.
Não devemos desistir de nossos projetos por causa das críticas. Se o que queremos não é algo que Deus desaprova e se nos sentimos por Deus chamados para realizar algo, devemos prosseguir. Sempre existirão críticas negativas. É preciso continuar apesar delas. 
Isso também não quer dizer que não devemos ouvir bons conselhos e críticas positivas e construtivas. O que nos dispomos a fazer sempre poderá ser feito de uma forma melhor. E uma das formas de melhorarmos é ouvindo o conselho dos amigos.  
O escritor Eduardo Moreira guardou o ensino de seu avô e muitos anos depois lançou um livro que vendeu mais de 150 mil cópias em um ano. Nossa segurança para continuar firme está na integridade de nossa obra. A pessoa honesta anda em paz e segurança. Nossa segurança vem de Deus e por isso não deve ser abalada por críticas. 

A fé nos faz prosseguir.