terça-feira, 1 de janeiro de 2019

ANO NOVO


Leitura Bíblica: Filipenses 2.12-13 

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito (Rm 8.28). 

Ano novo, momento de alegria e grandes expectativas. Mas é importante lembrar que não podemos ser hipócritas nem ignorantes, achando que uma mudança no calendário pode magicamente mudar nossa vida. Ouvi um radialista dizer certa vez: “Ano que vem eu acho que vai ser bom, ano impar é bom”. 
É claro que muitas mudanças podem ocorrer em novos períodos que se iniciam. E podemos ter um ano novo com novas conquistas e vitórias. Não por causa de superstição, mas pela nova motivação que recebemos e pela ação de Deus em nossa vida nos ajudando a prosseguir na caminhada. Um ano realmente novo, não uma repetição piorada do que já passou. Como disse Carlos Drummond de Andrade, para que o ano seja novo temos que fazê-lo novo: “Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente”. 
Acho que você já deve ter ouvido a frase de Albert Einstein que diz: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. O que faz de um novo ano um ano novo? Novas e melhores ações. A melhor maneira de vivermos é seguindo o ensino de Paulo aos Filipenses. Paulo aqui fala de uma vida de equilíbrio entre o agir de Deus e a ação do homem. Qual é a minha participação? No versículo 12, Paulo fala que nós temos de agir: “desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor...”. Qual a parte de Deus? No versículo 13 ele fala que Deus é quem age: “Deus é quem efetua em vós...”. 
Não devo ficar de braços cruzados esperando as coisas acontecerem, nem trabalhar acreditando que eu posso fazer as coisas que quiser. Um ano ou um dia melhor acontece quando sabemos que somos totalmente dependentes de Deus e ao mesmo tempo nos lembramos que devemos nos dedicar, nos esforçar e trabalhar através deste poder de Deus que opera em nós. 

Trabalho muito, porque a graça de Deus me acompanha.