quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Delícias do prazer


Leitura Bíblica: Eclesiastes 2.1-11

Tu me farás conhecer a vereda da vida, a alegria plena da tua presença, eterno prazer à tua direita (Sl 16.11).

Sentir prazer é certo ou errado? Na verdade o prazer em si mesmo não é certo nem errado. O que o torna certo ou errado é a sua motivação. Deus nos criou para a alegria. Podemos e devemos desfrutar das coisas boas da vida, nos alegrar. Ao mesmo tempo, devemos tomar cuidado para que esta busca por prazer não venha a nos afastar de Deus. A Bíblia diz em 1João 2.15 que não devemos amar o mundo, suas paixões, a soberba, a cobiça. O perigo é quando nos concentramos tanto na chamada busca da felicidade, no desfrutar dos prazeres da vida, que nos afastamos de Deus, o real motivo da nossa existência, em quem devemos nos alegrar. 
Devemos viver sim em busca de prazer. Do prazer que vem do conhecimento de Deus. Em Deus temos alegria plena. Na presença dele, eterno prazer (Sl 16.11). No Senhor podemos nos alegrar. “Em ti quero alegrar-me e exultar, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo” (Sl 9.2). 
A busca pela felicidade em si mesmo e o desejo de satisfazer as vontades do coração são armadilhas perigosas. Quem busca prazer e felicidade nas paixões deste mundo está cada vez mais distante de encontrá-los. É uma busca que por um momento parece boa, mas na verdade é uma alegria passageira que só cava um vazio cada vez maior no coração. 
Portanto, devemos nos alegrar, mas sempre lembrando que tudo que fizermos deve ser feito para glorificar a Deus. Como disse Salomão: “pois, separado deste, quem pode comer ou quem pode alegrar-se?” (Ec 2.25).
Quem vive para agradar a Deus pode realmente desfrutar das delícias do prazer. O prazer da presença de Deus, da vida e seus pequenos e grandes momentos. O prazer de apreciar a natureza, sabendo que Deus a criou. O prazer de adquirir bens, sabendo que foi Deus quem deu a força e a sabedoria para trabalhar. O prazer de viver em paz, seja tendo muito ou pouco, sempre desfrutando das coisas deste mundo sem apego a elas.

A vida só tem sentido quando nossa principal motivação é a glória eterna.