segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Instrução Espiritual


Leitura Bíblica: Jó 14.4-5

Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles (Pv 22.6).

Um poeta conversava certa vez com um homem que lhe disse não adotar instrução religiosa alguma para a criança. A sua teoria era que no intelecto da criança não se devia formar preconceito algum, mas que esta, ao chegar à idade de discernimento, devia formular por si mesma as suas opiniões religiosas. O poeta não respondeu coisa alguma, mas depois de algum tempo perguntou ao visitante se queria ver o seu jardim. O homem disse que gostaria, sendo então levado pelo poeta ao jardim em cujos canteiros só se encontrava mato. O visitante surpreendido, exclamou: “Isto não é jardim! Aqui só há mato”. “Bem”, respondeu o poeta: “Não quis prejudicar a liberdade do jardim de forma alguma. Queria somente dar-lhe oportunidade de formar-se por aí mesmo e escolher a sua própria produção”.
Muitos pais estão perdendo o costume de orar pelos seus filhos, de ler a Bíblia com seus filhos e de cultuar a Deus em família. Jó se levantava de madrugada para orar pelos seus filhos. Ele se preocupava em guiá-los no caminho de Deus. É um grande privilégio e uma necessidade urgente que nossas famílias sejam unidas. E que os pais tenham sempre a lembrança de que não basta suprir os filhos com recursos financeiros, mas criá-los na disciplina e admoestação de Deus. Em Deuteronômio 6, o povo de Israel é exortado a ensinar o que aprenderam aos seus filhos: “Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar” (Dt 6.7). Esta é a responsabilidade de todos os pais cristãos. Através do exemplo, poderão influenciar seus filhos e as pessoas com quem convive. Muitas crianças e adolescentes praticam más ações porque estão replicando o que aprenderam em casa. Os maus costumes de um filho podem revelar a negligência de seus pais ou responsáveis. 

Pais cuidem espiritualmente de seus filhos.