sábado, 9 de março de 2019

Casa queimada


Leitura Bíblica: Salmo 30.6-12

Apeguemo-nos com firmeza à esperança que professamos, pois aquele que prometeu é fiel (Hb 10.23).

Certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem temente a Deus e sabia que Deus o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar, um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano. Ele foi o único sobrevivente. Chegou a uma ilha não habitada. Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço conseguiu construir uma casinha para ele. Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada. Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos: “Deus! Como é que o Senhor podia deixar isto acontecer comigo?” Neste mesmo momento, uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo: “Vamos, rapaz?” Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro todo fardado e dizendo: “Vamos rapaz, nós viemos te buscar”. “Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?”. “Ora, amigo! Vimos o seu sinal de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante”. Os dois entraram no barco e assim o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos. 
Existem momentos na vida que pensamos em desistir. Lutamos com tanta paciência, mas parece que os problemas são mais persistentes do que a nossa longanimidade. Nunca desistir deve ser nosso lema, mesmo quando não vemos esperança. Pois se pudéssemos ver não precisaríamos esperar. Nunca desistir é a única forma de chegar ao final de forma vitoriosa. 

Com firmeza se vence de forma surpreendente.