terça-feira, 5 de março de 2019

Vós sois sal


Leitura Bíblica: Lucas 14.34-35

Bom é o sal; mas, se o sal vier a tornar-se insípido, como lhe restaurar o sabor? Tende sal em vós mesmos e paz uns com os outros (Mc 9.50).

O sal é certamente bom. Sal serve para preservar o gosto dos alimentos, para dar sabor, conservar. É muito difícil o sal estragar. Ninguém imagina um sal que deixou de ser salgado. Mas o que fazer com um sal que não salga, com um sal contaminado? Nada a não ser jogá-lo fora. No sermão do monte, Jesus se dirigiu à multidão e a seus discípulos, dizendo-lhes: “Vós sois o sal da terra” (Mt 5.13). Somos sal, temos sabor, temos vida em Cristo. Com Deus ao nosso lado, nada vai nos fazer desviar, não vamos perder o sabor. 
O sal deve salgar. Simon J. Kistemaker disse: “O sal tem como característica de impedir a deterioração, assim também os cristãos devem exercer uma influência moral na sociedade em que vivem. Por suas palavras e atos devem restringir a corrupção espiritual e moral. Como o sal é invisível (no pão por exemplo) e, ainda assim, um agente poderoso, também os cristãos nem sempre são vistos, mas individual e coletivamente permeiam a sociedade e constituem uma força refreadora num mundo perverso e depravado”. Quando olharmos para o mundo e vermos sua podridão, ao invés de perguntar porque eles são tão maus, devemos questionar onde está o sal que não se apresenta para impedir que o estado do mundo piore. Devemos perguntar para nós mesmos o que estamos fazendo para ajudar no tratamento deste mundo enfermo?  
Jesus disse: “Tende sal em vós mesmos e paz uns com os outros” (Mc 9.50). Antes de temperar os outros, devemos ter sal em nós mesmos. O sal deve temperar primeiro nossa própria vida. Também devemos ser sal em nossa casa, família e depois na sociedade. 
Crisóstomo disse: “Se os cristãos vivessem a vida que se espera deles, os incrédulos desapareceriam”. Acredito que não desapareceriam, mas se nos esforçarmos mais, cumprindo o nosso papel de sal na sociedade, ela com certeza ficará bem melhor do que está. 

Sejamos sal. O verdadeiro cristão está em ação o tempo todo.