quarta-feira, 3 de abril de 2019

Semeando e colhendo


Leitura Bíblica: Gálatas 6.6-10

O Senhor recompensou-me segundo a minha retidão, conforme a pureza das minhas mãos perante ele (2Sm 22.25).

Marion Lawense disse: “Semeie um pensamento, colha um ato; semeie um ato, colha um hábito; semeie um hábito, colha um caráter; semeie um caráter, colha um destino”. Paulo disse aos Gálatas: “Aquilo que o homem semear, isto também ceifará”. Este é um princípio coerente que pode ser aplicado em toda a nossa vida, seja material ou espiritual. Por exemplo, se um agricultor deseja colher, ele deve plantar. Se quer colher bananas, tem que plantar bananas. Se quer colher muitas bananas, tem que plantar muitas mudas de banana. Quanto à vida espiritual, a mesma coisa acontece. Ou semeamos para a carne, ou para o Espírito. Semear para a carne é trabalhar para ela, acariciá-la, aconchegá-la e afagá-la, em vez de crucificá-la. As sementes são principalmente pensamentos e atos. Semear para o Espírito é andar no Espírito, buscar as coisas de Deus e pensar nelas. Os livros que lemos, a companhia que desfrutamos e o lazer que buscamos. John Stott disse: “Muitos se enganam acerca desta inexorável lei da semeadura e da colheita. Semeiam impensadamente, indiferentemente, cegos ao fato de que as sementes que estão lançando inevitavelmente produzirão uma colheita correspondente. Ou, então, semeiam semente de um tipo e aguardam uma colheita de outro tipo. Imaginam que de alguma forma vão se safar. Mas isso é impossível. Então Paulo acrescenta: de Deus não se zomba. O que o apóstolo diz aqui é que os homens podem enganar a si mesmos, mas não podem enganar a Deus. Embora pensem que podem escapar desta lei da semeadura e da colheita, eles não podem. Podem até continuar semeando suas sementes e fechando os olhos às consequências, mas um dia o próprio Deus vai fazer a colheita”.
Não devemos desanimar. Devemos semear boas sementes com alegria, na certeza de que Deus dará o crescimento. Um dia iremos colher lindos e saudáveis frutos se não desfalecermos. 

Fazer o bem faz bem.