terça-feira, 18 de junho de 2019

Junto de Deus


Leitura Bíblica: João 15.6-10

Quanto a vocês, cuidem para que aquilo que ouviram desde o princípio permaneça em vocês... Vocês também permanecerão no Filho e no Pai (1Jo 2.24).

Encontramos em Jeremias 13.1-11 a parábola do cinto de linho. É a seguinte: Deus disse a Jeremias: “Vá comprar um cinto de linho e ponha-o em volta da cintura, mas não o deixe encostar na água”. Jeremias fez tudo conforme foi instruído. Deus então falou: “Pegue o cinto que você comprou e está usando, vá agora a Perate e esconda-o ali numa fenda da rocha”. E assim ele fez. Passados muitos dias, o Senhor falou com Jeremias novamente e disse: “Vá agora a Perate e pegue o cinto que lhe ordenei que escondesse ali”. Ele foi e então quando desenterrou o cinto, viu que ele estava podre, já era totalmente inútil. 
A explicação da parábola vem a partir do v.9. Declara o Senhor: “Do mesmo modo também arruinarei o orgulho de Judá e o orgulho desmedido de Jerusalém. Este povo ímpio, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que age segundo a dureza de seus corações, seguindo outros deuses para prestar-lhes culto e adorá-los, que este povo seja como aquele cinto: completamente inútil! Assim como um cinto se apega à cintura de um homem, da mesma forma fiz com que toda a comunidade de Israel e toda a comunidade de Judá se apegasse a mim, para que fosse o meu povo para o meu renome, louvor e honra. Mas eles não me ouviram”.
Esta parábola é muito oportuna para cada um de nós nos dias de hoje. Assim como um cinto que fica apegado à cintura, nós devemos viver apegados a Deus. “O cinto era uma das roupas mais íntimas, sempre junto do corpo” (R. K. Harrison). Deus disse que fez com que seu povo se apegasse a ele. Deu oportunidade para eles terem um relacionamento íntimo com ele. Mas eles se afastaram. Quem se afasta de Deus torna sua vida inútil. Vai se corrompendo, apodrecendo. Vai perdendo seu vigor e logo seca. Junto de Deus estamos protegidos de todas as influências do pecado e temos a nossa vida fortalecida.

Deus quer seu povo bem perto dele.