sexta-feira, 21 de junho de 2019

Somente Deus


Leitura Bíblica: Salmos 20.5-9

Alguns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor, o nosso Deus (Sl 20.7).

Em uma guerra, quanto mais carros e cavalos um povo tinha maior era sua confiança de vitória. Mas o povo de Deus aprendeu por experiência que a vitória estava na confiança em Deus. Não era sempre dos fortes a vitória. A vitória era daqueles que encontravam socorro no Senhor. A nossa tendência é correr na confiança dos cavalos, daquilo que aparentemente nos dá segurança. Assim cometemos um enorme erro. Aquilo em que colocamos nossa confiança se torna o nosso deus. E quem adora o deus errado se decepciona, perde a luta. Jeremias dá um exemplo disto dizendo: “Os costumes religiosos das nações são inúteis: corta-se uma árvore da floresta, um artesão a modela com seu formão; enfeitam-na com prata e ouro, prendendo tudo com martelo e pregos para que não balance. Como um espantalho numa plantação de pepinos, os ídolos são incapazes de falar, e têm que ser transportados porque não conseguem andar. Não tenham medo deles, pois não podem fazer nem mal nem bem, não há absolutamente ninguém comparável a ti, ó Senhor; tu és grande, e grande é o poder do teu nome” (Jr 10.3-6). Jeremias ainda diz no v. 14 que cada ourives é envergonhado pela imagem que esculpiu. Imagens não têm vida. 
Quando colocamos algo no lugar de Deus, quando esculpimos nossos ídolos, ficamos decepcionados e envergonhados. O poder de Deus é incomparável a qualquer outro poder. Deus fez os céus e a terra, os nossos ídolos não passam de nada. Eles não podem nos dar vida. A grande questão levantada aqui é mostrar que somos filhos de um Deus vivo e poderoso. Ele faz tremer a terra, forma as nuvens, firma o mundo para que não se abale. A este Deus podemos recorrer, só ele pode nos socorrer. Não é sábio desprezar a ajuda de Deus.  “Os líderes do povo são insensatos e não consultam o Senhor; por isso não prosperam e todo o seu rebanho está disperso” (Jr 10.21). Podemos consultar a Deus e nos fortalecer. 

Em Jesus temos acesso ao Pai.