sábado, 19 de outubro de 2019

Efeito Bumerangue


Leitura Bíblica: João 8.31-36

Ao contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama hoje, de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado (Hb 3.13).

Bumerangue “é um objeto de arremesso com origem em várias partes do mundo. Como esporte, o seu número de adeptos vem crescendo em todo o mundo. Constantemente confundidos com os Kylies (armas de arremesso), os bumerangues foram criados para voltar à mão do arremessador quando não atingir um alvo” (Wikipédia). 
O Pastor Marcos Garcia compara o bumerangue com o pecado. Ele disse: “O pecado não fica impune. Ele um dia voltará para aquele que o praticou. Davi adulterou com Bate-Seba e não ficou impune (2Sm 11 e 12). O filho pródigo abandou a casa do pai, gastou sua herança dissolutamente e sofreu as consequências do pecado (Lc 15.11-32). Acabe e Jezabel perseguiram Elias e os profetas de Deus e não ficaram impunes (1Rs 22 e 2Rs 9). Moisés é claro em afirmar: ‘Porém, se não fizerdes assim, eis que pecastes contra o SENHOR; e sabei que o vosso pecado vos há de achar’ (Nm 32.23). Cuidado para não ser encontrado pelo seu pecado lá na frente!”
Podemos também acrescentar que o pecado é como bumerangue que volta às mãos daquele que o atirou quando não alcança seu alvo. Quando pecamos, acreditamos que vamos satisfazer nossos desejos, mas depois o bumerangue do pecado sempre vai voltar, pois ele não é capaz de atingir o objetivo proposto. Podemos repetidamente lançar o bumerangue, que ele sempre vai voltar vazio. Pecado é um jogo perigoso, vicia e nos torna escravos. Devemos nos apegar a Jesus. Quem permanece em Jesus se aproxima da verdade, conhece a verdade que liberta. Enquanto o pecado leva à morte, graças a Deus nós temos a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. “Portanto, queridos irmãos, continuem fortes e firmes. Continuem ocupados no trabalho do Senhor, pois vocês sabem que todo o seu esforço nesse trabalho sempre traz proveito” (1Co 15.58).

Caminhe para a luz.