quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Tudo bem!


Leitura Bíblica: Atos 16.22-25

Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor (Sl 27.4).

O que é bom? O que é mau? Aprendemos que todas as coisas são boas, cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Seja o sofrimento ou um dia de calmaria total. Em todo tempo, somos fortalecidos e encontramos motivo para a gratidão. Como diz o Salmo 27, espere no Senhor. E porque esperamos no Senhor, temos coragem. Coisas boas e ruins acontecem a todas as pessoas, sejam elas boas ou más. “Temos a tendência de pensar que se estamos andando na vontade de Deus, as portas se abrirão o tempo todo, os pássaros cantarão, o sol estará brilhando sempre e todos estarão nos aplaudindo o tempo todo. Mas não é assim que a coisa funciona. Às vezes, quando estamos andando sob a vontade de Deus, as chamadas ‘coisas ruins’ também nos acontecem. Elas podem parecer más, mas na realidade podem também ser coisas boas disfarçadas. Acho que, às vezes, aquilo que definimos como bom pode, na verdade, ser ruim. E outras coisas que chamamos de ruins irão, na verdade, se transformar em coisas boas” (Greg Laurie). 
Um exemplo bíblico que podemos dar é o de Atos 16, quando Paulo e Silas estavam anunciado o evangelho na Macedônia. Eles foram arrastados para a praça principal, foram açoitados e presos. Eles estavam fazendo o que deveriam fazer, pregavam o evangelho. Não estavam desobedecendo a Deus, nem pecando. Mesmo assim, passaram por grande constrangimento e sofrimento. Mas, mesmo diante das dificuldades, eles louvaram a Deus. O texto diz que eles cantavam louvores. “É maravilhoso que com tantos sofrimentos, as costas rasgadas e os membros doloridos, Paulo e Silas, por volta da meia-noite, pudessem orar e cantar louvores a Deus. Não eram gemidos; eram hinos o que saía de suas bocas. Em vez de amaldiçoar os homens, eles louvavam a Deus” (John Stott). Como já vimos, por mais que andemos nos bons caminhos, isso não impede a oposição e o sofrimento. Muitas vezes até iremos enfrentar maiores oposições por andar corretamente. 

Em todas as circunstâncias temos alegria completa.