sábado, 9 de novembro de 2019

O mais importante


Leitura Bíblica: Romanos 14.1-4

O fato de haver litígios entre vocês já significa uma completa derrota. Por que não preferem sofrer a injustiça? Por que não preferem sofrer o prejuízo? (1Co 6.7).

Dois amigos se desentendiam sobre se o vento ou se a bandeira que se movia. Um dizia: “É a bandeira que está se movendo.” O outro retrucava: “Nada disso. É o vento que a está movendo”. Estavam ficando muito bravos um com o outro, cada um defendendo seu ponto de vista, quando um terceiro sugeriu que fossem falar com um conhecido homem sábio a poucos quilômetros dali. Caminharam até lá ainda discutindo. Quando chegaram, era tarde. Não podiam ver o sábio. Teriam de ficar na casa de hóspedes. Quem cuidava dessa casa era uma senhora muito simpática. Ela os acolheu, serviu-lhes uma sopa e foi descansar. Da outra sala, ouviu as vozes, que se elevavam: “É a bandeira que se move”. “É o vento”. Ela entrou na sala e disse: “Seus tolos! Não é nem a bandeira nem o vento. Suas mentes é que estão se movendo”. Silenciaram. Ela os convidou a se acalmar, respirar fundo, pensar com calma, ir além do egoísmo, tentar analisar melhor a questão, enxergar por outro ponto de vista. Assim chegaram a um acordo. Libertos das dúvidas e confusões, na manhã seguinte se foram. Não precisaram mais falar com o sábio. Vento e bandeira não se opunham e, juntos, se aquietaram.
Com está história podemos aprender que muitos conflitos podem ser evitados se tivermos paciência para sair da zona de confronto e se com amor tentarmos entender o que passa na mente da pessoa que pensa diferente de nós. Se tivermos uma visão mais abrangente de cada situação, podemos mudar de opinião ou até mesmo compreender que não vale a pena discutir. Precisamos nos desarmar, deixar de lado muitas coisas que não são tão importantes. Não precisamos provar que estamos mais certos do que os outros. Nossa amizade, nosso relacionamento cristão é mais importante do que saber “o que se move”. 

O mais importante é o amor.